segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Risotto de Alho Poró com Queijo Brie

Risotto de Alho Poró com Queijo Brie



Um bom almoço para o domingão, antes do de um jogo de futebol nada melhor que um risotto de alho poró com queijo brie e para acompanhar se é que precisa acompanhamento um bife de chorizo com chimichurri tipicamente argentino do melhor restaurante de carnes da Argentina o Cabaña Las Lilas.



Ingredientes para o Risotto

240 g de Arroz Arbóreo
50 g de Cebola Roxa picada ou ralada
80 g de Manteiga com Sal
2 Colheres de Azeite
50 ml de Vinho Branco Seco
1 l  de Caldo de Legumes (Usar somente a quantidade necessária, usei mais ou menos 450 ml)
Pimenta e Sal a gosto ( Usei o Indo Deli Molinillo Black Pepper e Salt )
120 g de Queijo Brie Tirolez
150 g de Alho Poró em rodelas

Modo de Preparo

- Refogar a cebola roxa com azeite e manteiga (metade da manteiga 40g) e um pouco de alho poró (umas 50 g)
- Acrescentar o arroz arbóreo e deixar "fritar" um pouco, até o arroz começar a pular
- Acrescentar o vinho branco seco e deixar secar
- Acrescentar o caldo de legumes conforme necessidade
- Após 3 minutos que acrescentar o caldo, acrescentar o restante do alho poró e o queijo brie
- Corrigir a Pimenta e o Sal
- Após desligar, finalizar com o restante da manteiga.

Ps. Lembrar que ao corrigir o sal e a pimenta, a manteiga adicionada no final contém sal.


domingo, 19 de agosto de 2012

Baião de Dois + Carne Seca com Cebola Roxa + Purê de Abóbora




Ingredientes - Baião de Dois

500g de Feijão Manteiga
1 kg de Arroz
500g de Queijo Coalho
Sal a gosto

Modo de Preparo

Coloque o feijão para cozinhar com pouco sal na panela de pressão até ficar al dente;
Cozinhe o arroz até ficar al dente;
Separe o caldo do feijão;
Misture o arroz no feijão;
Acrescente 3/4 do queijo coalho;
Acrescente o caldo do feijão até dar liga;
Deixe cozinhar na pressão até o arroz ficar ao ponto;
Acrescente o restante do queijo e mexa bem.

Ingredientes - Carne Seca com Cebola Roxa

1 kg de Carne Seca (Charque e alguns lugares)
400g de Cebola Roxa
Sal e Pimenta do Reino a gosto

Modo de Preparo

Cozinhe a carne seca na pressão até ficar fácil para desfiar;
Corte as cebolas no meio e corte em lascas depois, ficando no formato de um "C";
Unte a frigideira com manteiga e coloque a cebola para dourar;
Acrescente a carne seca;
Acrescente mais manteiga;
Até dar um cor na cebola.

Ingredientes - Purê de Abóbora

Abóbora Japonesa
1 Cálice de Leite

Sal e Pimenta do Reino a gosto

Modo de Preparo

Cozinhe a Abóbora na água até ficar mole;
Coe a abóbora;
Refogue com alho e cebola roxa;
Acrescente a abóbora;
Acrescente o leite.

Abs,
Chef ZEH

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Ricco Gourmet




Chefs Tudo Certo?

Continuando a postar sobre os temperos adquiridos na argentina, vou falar de uma marca chamada Ricco, elas faz algumas misturas com açúcar, sal e ervas bem bacanas, comprei somente 7 tipos, pois já tinha estourado o limite de peso que da viagem 23 quilos, comprei esse produtos em uma loja chamada Reina Batata, tinha mais tipos mas separei somente os que eu queria, já vi que existe agora novas versões de moedores deles também, parecidos com o Indo Deli, já postadado aqui. O preço de cada um foi mais ou menos 48,00 pesos argentinos, isso dá mais ou menos 24 reais, a loja não aceita real.

Mas vamos aos produtos, foram 7 tipos diferentes, são eles:

Azúcar de Caña - Chocolate / Açúcar de Cana - Chocolate

Uso: Yogurts, Tortas, Chá e Café
Ingredientes: Açúcar de Cana refinada com Cacau e Pedaços de Cacau

Azúcar de Caña - Vainilla / Açúcar de Cana - Baunilha

Uso: Creme Inglês, Expressos, Capuccino e Cereais.
Ingredientes: Açúcar de Cana refinada com Baunilha.

Azúcar de Caña - Naranja / Açúcar de Cana - Laranja

Uso: Mouse de Chocolate, Compotas e Morangos.
Ingredientes: Açúcar de Cana refinada com pedaços de casca de laranja.

Salsa Deshidratada - Pesto / Molho Desidratado - Pesto

Uso: Massas e Pizzas.
Ingredientes: Manjericão, Alho e Castanha.
Para hidratar utilizar um bom azeite de oliva.

Salsa Deshidratada - Provoleta / Molho Desidratado - Provoleta

Uso: Provolone.
Ingredientes: Orégano, Sementes de Mostarda, Coentro, Tomilho e Alecrim.
Para hidratar utilizar um bom azeite de oliva.

Cristales de Sal Marina - Pepper / Cristais de Sal Marinho - Pimenta

Uso: Para todas receitas gourmet.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta Negra, Pimenta Rosa, Pimenta Verde e Pimenta Branca.

Cristales de Sal Marina - Rosa / Cristais de Sal Marinho - Rosa

Uso: Cocktails, Carnes Vermelhas, Peixes, Molhos Fortes e Saladas.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta Rosa e Páprica.

Aonde encontrar:

Reina Batata (www.reinabatata.com.ar)
Gurruchaga 1859 Capital Federal, Buenos Aires, Argentina.

Maiores informações: http://www.ricco-gourmet.com.ar 

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Indo Deli - Molinillos y Recargas



Chefs, Tudo Certo?

Nesse mês de junho eu e minha esposa, fomos passar uma semana na Argentina, já fomos outras 2 vezes e dessa vez resolvemos fazer coisas diferentes dos turistas que vão em um lugar pela primeira vez, resolvemos fazer um tour mais solto, feiras livres, supermercados gourmet, lojas de cervejas, restaurantes turísticos e não turísticos e passear por diversos bairros que ainda não tínhamos passeado.

Mas antes de ir resolvi procurar na internet produtos gastronómicos, como temperos locais, azeites, cervejas e artigos para minha cozinha, achei várias cozinhas legais, como umas lojas no bairro San Cristobal, mas achei essas lojas mais profissionais artigos para quem quer montar mesmo um restaurante e poucas coisas para casa mesmo, coisas para casa mesmo eu achei na Falabella Casa que fica na rua mais famosa da argentina a Florida, mas criei esse post para falar sobre os temperos e não ficar contando como foi minha viagem, depois quem sabe eu não faça um post contando um pouco de lojas que podem ser úteis para os gourmet da vida.

O produto que vou falar nesse post é o Indo Deli que é um Molinillo, que seria um moedor de temperos, mas ele é mais que isso, um produto fantástico desenvolvido pela empresa que leva o nome do produto, uma empresa Argentina que teve a ideia de misturar uma série de temperos e traz um produto sensacional com um sabor único e muito bem feito, além de temperos eles também criaram uns para sobremesa umas misturar incríveis de muito bom gosto, abaixo vou explicar um por um, são 231 no total, graças a Deus consegui comprar todos.

Na Falabella tinha Kits que você comprando teria todos, o Kit era mais ou menos 98,00 pesos argentino cada, só que eles aceitam real, acho que paguei no total uns 180,00 reais nos 21 moedores, não é barato mas também não achei caro, sai mais ou menos 8,60 reais cada, e ainda tem tax free, pois todos os produtos fabricados na argentina tem.





Pimienta Negra /  Black Pepper / Pimenta Negra

Uso: Carnes Vermelhas, Porco, Frango e Peixes.
Ingredientes: Pimenta Preta.

Del Asador /  Roaster / Assados

Uso: Carne, Peixes, Frango e Molhos.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimentas, Alho e Grãos de Mostarda.

Al Wok/ Wok

Uso: Legumes Salteados e Carnes.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta, Açúcar, Alho, Coentro, Gengibre, Cebola.

Mix de Pimientas / Pepper Mix / Mix de Pimentas 

Uso: Para todas receitas gourmet.
Ingredientes: Pimenta Branca, Preta, Verde e Vermelha.

Finas Hierbas / Fines Herbes / Ervas Finas

Uso: Peixes, Queijos e Molhos.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimentas, Cebola, Salsa, Estragão e Manjericão.

Pizza Party

Uso: Pão, Torradas, Molhos e Tortas.
Ingredientes: Sal Marinho, Alho, Pimenta, Orégano,  Cebola e Tomate.

Pimientas Verde / Green Pepper / Pimentas Verdes

Uso: Carpaccio, Sushi, Carne e Vegetais.
Ingredientes: Pimenta Verde

Sal e Pimienta /  Salt & Pepper / Sal e Pimenta

Uso: Para todas receitas
Ingredientes: Pimenta Preta e Sal Marinho

Salad Bar

Uso: Saladas, Salteados e Molhos
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta, Limão, Orégano, Sálvia e Mostarda.

Pescados Sin Sal /  Fishes Free Salt / Pescados Sem Sal

Uso: Peixes.
Ingredientes: Pimenta Negra, Pimenta Branca, Coentro, Sálvia, Aipo, Canela, Alho, Louro, Salsa, Manjericão e Curcuma.

Salmon Dill

Uso: Antes de cozinhar o Salmão no forno misture um pouco com shoyu.
Ingredientes: Sal, Alho, Pimenta, Cebola, Endro, Salsa, Açúcar.

Caprese

Uso: Pasta, Saladas e Espetinhos
Ingredientes: Sal Marinho, Tomate, Pimentas, Manjericão e Alho.

Infierno / Hot'n Spicy / Picante

Uso: Para todas receitas (Sabor picante intenso).
Ingredientes: Alho Picante, Pimentas, Alho e Sal Marinho.

Al Ajillo / Tender Garlic / Alho

Uso: Mariscos, Aves e Queijos.
Ingredientes: Alho, Sal Marina, Pimenta, Salsa e Tomilho.

Pollitos Sin Sal / Chick'n Salt Free / Frango sem Sal.

Uso: Marinada para Frango.
Ingredientes: Pimenta, Alho, Alecrim, Mostarda, Gengibre, Orégano, Manjericão, Salsa e Limão.

Al Tuco /  Tomato Sauce / Molho de Tomate

Uso: Molhos de Tomate e Carne.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta, Alho, Cebola, Açúcar, Pimenta Calabresa, Tomate, Orégano, Salsa, Manjericão e Louro.

Grillados / Grilled /  Grelhados

Uso: Todos os grelhados.
Ingredientes: Sal, Pimenta Calabresa, Orégano, Alho, Pimenta, Pimentão e Louro.

Parrillero / BBQ / Churrasco

Uso: Ideal para Churrascos.
Ingredientes: Sal Marinho, Pimenta Calabresa, Alho e Pimenta.

Capuchino

Uso: Ideal para colocar sobre a espuma do capuchino.
Ingredientes: Açúcar, Canela, Massa de Cacau, Manteiga de Cacau, Emulsificante, Lecitina de Soja, Aromatizantes, Cacau 47% e Traços de Amendoim.

Mix de Chocolate

Uso: Para todas as sobremesas
Ingredientes: Açúcar, Óleo Vegetal Hidrogenado, Leite em Pó Gordo, Soro de Leite em Pó, Cacau em Pó, Manteiga de Cacau, Sal, Emulsificante, Lecitina de Soja, Aromatizantes e Traços de Amendoim.

Sweet Vanilla

Uso: Para todas as sobremesas e Cafés.

Ingredientes: Açúcar, Essência de Baunilha, Massa de Cacau, Manteiga de Cacau, Emulsificante, Lecitina de Soja, Aromatizantes, Cacau 47% e Traços de Amendoim.

Aonde encontrar:

Falabella Casa (www.falabella.com.ar)
Florida 343 Buenos Aires, Capital Federal
(0)810 5553252


The Pick Market (www.thepickmarket.com.ar)
Libertad 1212  Buenos Aires, Capital Federal, Argentina
(0)11 4519 8046

Maiores informações: www.indodeli.com


terça-feira, 12 de junho de 2012

Geléia de Pimenta Dedo-de-Moça e Tomate Cereja







Ingredientes

1 Xícara de Pimenta Dedo-de-Moça sem sementes
1 Xícara de tomate cereja
1 Xícara de açúcar refinado
2 Colheres de chá de limão (pode ser o limão siciliano)
4 Colheres de chá de suco de laranja

Modo de Preparo

1) Retirar as sementes da pimenta dedo-de-moça;
2) Passar as pimentas sem semente em um mini processador, só para facilitar na hora do cozimento;
2) Passar os tomates cereja em um mini processador, só para facilitar na hora do cozimento;
3) Colocar todos os ingredientes em uma panela e ferva até dar o ponto de geléia.

Fica muito bom com um Joelho de Porco defumado.

domingo, 10 de junho de 2012

Bendito Quindim




INGREDIENTES
- 500g de coco fresco e ralado fino
-1kg açúcar refinado e peneirado
-120g de manteiga sem sal derretida e morna
-36 gemas (peneiradas 2 vezes)
-1 colher (chá) de baunilha (opcional)

MODO DE PREPARO
- Em uma vasilha grande coloque o coco fresco e o açúcar
- Amasse com as mãos até que o açúcar derreta e incorpore no coco, formando uma massa com liga e homogênea
- Acrescente a manteiga derretida e morna e misture bem
- Cubra com filme plástico e deixe descansando na geladeira por no mínimo seis e no máximo 12 horas
- Após esse processo, retire a mistura da geladeira e descompacte-a até que fique bem soltinha
- Adicione as gemas e, com o auxílio de um fouet ou colher misture bem, deixando a massa homogênea
- Aplique a mistura até a borda das forminhas e deixe descansar por 20 minutos antes de assar.

Atenção: Neste momento as forminhas já deverão estar preparadas.

PREPARANDO AS FORMINHAS
- Para untar as forminhas e dar o brilho final ao quindim, coloque uma colher (sopa) rasa de glucose branca no fundo de cada forminha
- Deixe descansar por pelo menos dez minutos antes de colocar a "massa" do quindim
- Para preparar a glucose você precisará de 400g de glucose branca e ¼ de xícara de água filtrada. Leve ao fogo até que a mistura aqueça e derreta.

PARA ASSAR
- Pré-aqueça o forno a 180°C por 10 minutos
- Asse os quindins em banho-maria até que dourem e fiquem firme ao toque (depende de cada forno)
- Desenforme somente quando já estiverem frios.

Grau de dificuldade: Médio
Tempo de preparo: Até 12 horas
Rende: Até 50 unidades médias

Fonte: Folha de São Paulo

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Churrasquinho Grego em casa

Churrasquinho Grego em casa



Passo a passo de receita caseira de churrasquinho grego Marcelo Justo/Folhapress


Modo de Preparo:

1. Separe 500 g de carne de cordeiro moída, uma cebola ralada, dois dentes de alho ralados, 7,5 g de sal, 2,5 g de cominho, 2,5 g de coentro, 100 g de farinha de rosca, um quarto de repolho e um pepino

2. Separe o pepino e o repolho e coloque os outros ingredientes numa tigela. Misture. Coloque em uma fôrma e leve ao freezer. Retire antes que congele

3. Faça pequenos hambúrgueres e coloque-os em uma lata de alumínio forrada com filme plástico. Aperte bem

4. Dobre as pontas do filme plástico de forma que a carne fique inteiramente coberta. Coloque a lata em uma panela com água fervente. Coloque essa panela no forno, aquecido a 150ºC


Fotos Marcelo Justo/Folhapress
Passo a passo de receita caseira de churrasquinho grego
Passo a passo de receita caseira de churrasquinho grego

5. Coloque um termômetro de cozinha no interior da carne. Quando a temperatura estiver em 75ºC, retire a lata do fogo. Deixe descansar por 15 minutos. Tire a carne da lata e coloque um espeto no centro dela

6. Use um maçarico para selar a superfície da carne. Corte-a em fatias. Sirva o churrasquinho grego em um pão-folha ou em um pão sírio com o pepino e o repolho picados

 
Fonte: Folha de São Paulo

domingo, 3 de junho de 2012

Galinhada de Alex Atala

Ingredientes

  • 1 galinha caipira separada pelas juntas e cortada em pedaços pequenos

Salmoura

  • 2 litros de água
  • ½ kg de sal grosso
  • 20 g de folhas de manjericão
  • 1 cebola cortada em 4 partes
  • 3 folhas de louro
  • 2 dentes de alho inteiros

Marinada

  • 5 dentes de alho picados
  • 2 cebolas médias cortada em cubos
  • 4 tomates cortados em cubos
  • 1 pimenta-de-cheiro picada
  • 100 g de coentro picado
  • 50 g de salsinha picada
  • 50 g de folhas de manjericão
  • 10 folhas de hortelã
  • 1 folha de louro
  • 200 ml de óleo de canola
  • 50 g de colorau
  • sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto

Modo de preparo

Salmoura

1°- Numa tigela coloque 1 galinha caipira separada pelas juntas e cortada em pedaços pequenos, 2 litros de água, ½ kg de sal grosso, 20 g de folhas de manjericão, 1 cebola cortada em 4 partes, 3 folhas de louro e 2 dentes de alho inteiros misture e deixe na geladeira por 24 h. Retire o os pedaços da galinha caipira da salmoura e lave em água corrente.

Marinada

2°- Transfira os pedaços de galinha caipira para uma tigela adicione 5 dentes de alho picados, 2 cebolas médias cortada em cubos, 4 tomates cortados em cubos, 1 pimenta-de-cheiro picada, 100 g de coentro picado, 50 g de salsinha picada, 50 g de folhas de manjericão, 10 folhas de hortelã e 1 folha de louro e leve na geladeira por 24h.
3°- Retire os pedaços de galinha caipira da marinada. Coe a marinada e reserve os temperos e o caldo.
4°- Numa panela com 200 ml de óleo de canola coloque os pedaços de galinha caipira e refogue bem até dourar. Retire os pedaços de galinha caipira da panela e adicione os temperos da marinada (reservada acima) e refogue. Acrescente o caldo da marinada (reservada acima), os pedaços de galinha caipira (já dourados), 50 g de colorau e cubra com água. Deixe cozinhar em fogo baixo com a panela tampada por +/- 3 h ou até a galinha ficar macia.

OBS: Se precisar adicione mais água. Tempere com sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto e sirva em seguida acompanhado de arroz com pequi, farofa e quiabo refogado.

Fonte: Alex Atala

sexta-feira, 1 de junho de 2012

COQ AU VIN



Ingredientes

- 1 galinha caipira de 2 kg cortada em oito pedaços
- 1 litro de vinho tinto seco (de preferência, um Chambertin da Borgonha)
- 500 ml de caldo de galinha
- 1 cenoura cortada em rodelas
- 1 cebola
- 1 alho-poró
- 2 dentes de alho
- 1 folha de louro
- 1 ramo de tomilho
- 1 ramo de alecrim
- 120 g de champignons de Paris
- 100 g de bacon cortado em cubos e fritos
- 3 ramos de salsinha, farinha de trigo
- Sal e pimenta-do-reino a gosto
- Óleo de canola ou girassol

Para as cebolas glacées

- 12 cebolas pequenas
- Sal
- Manteiga
- Açúcar

Para a decoração

- 4 ramos de alecrim (ou tomilho)

Modo de preparo


Das cebolas glacées

- Cozinhar 12 cebolas pequenas e descascadas em água, sal, manteiga e açúcar, até que se forme na panela uma calda caramelizada que envolva as cebolas
- Reservar

Do coq au vin

- Em uma travessa grande, coloque a galinha, a cebola, o alho-poró, a cenoura, o alho e as ervas aromáticas para marinar no vinho tinto durante uma noite
- Retire os pedaços da galinha e reserve a marinada
- Doure em uma panela funda, com óleo bem quente, os pedaços de bacon e a galinha
- Em seguida, acrescente um pouco de farinha de trigo e mexa bem
- Adicione a marinada e o caldo de galinha
- Tampe a panela e leve ao fogo baixo, até o cozimento da carne
- Retire a carne e o bacon e reserve. Peneire o molho
- Aqueça novamente o molho acrescentando na seguinte ordem: a galinha, os champignons cozidos, o bacon frito e, por último, as cebolas glacées
- Servir bem quente

Finalização e montagem

- Coloque dois pedaços de galinha em cada prato com as cebolas e champinhons em volta
- Acrescente o molho. Decore com um ramo de alecrim
- Pode ser servido com tagliatelle em um prato fundo

Redimento: 4 pessoas

Fonte: Folha de São Paulo (Folha.com)

sábado, 14 de agosto de 2010

Risotto Alcachofra




Ingredientes

Rendimento: três a quatro porções

150g de arroz arbório ou carnaroli
½ cebola picada
4 miolos de alcachofra cozidos e cortados em cubos
1 pitada de Açafrão em estigmas ou em pó
70ml de vinho branco seco (1/2 taça)
500 ml de caldo de frango ou legumes
60g de manteiga sem sal
50g de parmesão ralado
1 tomate sem pele e sem sementes em cubos

Modo de preparo

Com uma faca bem afiada, limpe a alcachofra ainda crua, retirando as folhas e os pelinhos da flor. Leve ao fogo para cozinhar por 15 minutos. Com a uma colher, retire as folhas e os pelos restantes. Deixe o miolo imerso na água com limão, para não escurecer e depois corte em cubos.

Refogue a cebola picada na manteiga até murchar. Acrescente o açafrão em estigmas e refogue para soltar o sabor. Adicione o arroz e refogue por alguns instantes. Coloque o vinho branco seco e siga mexendo sem parar até que o álcool evapore e o arroz absorva a bebida.

Quando o vinho tiver secado um pouco, comece a adicionar o caldo quente, que deve ser mantido ao lado, numa panela com fogo ligado. Siga mexendo com uma colher e adicione o sal.

O arroz usado no preparo de risotos demora em media 20 minutos para ficar cozido. Siga adicionando o caldo conforme o liquido for evaporando e não pare de mexer durante todo o preparo.

Quatro minutos antes de ficar pronto, adicione o coração de alcachofra em cubos.

Quando os grãos soltarem amido e o caldo parecer mais grosso é sinal de que ponto do arroz foi atingido. Para fazer o teste, pegue um dos grãos e prove: só o miolinho do grão deve estar "al dente" e branquinho.

Neste momento, desligue o fogo, adicione o queijo parmesão ralado na hora, o tomate picadinho e a manteiga gelada. Misture bem, decore com um raminho de salsinha o manjericão e sirva imediatamente.

Veja o Video: http://storage.mais.uol.com.br/embed.swf?mediaId=5989158

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/comida/780960-comeca-a-temporada-de-alcachofra-aprenda-a-preparar-risoto.shtml

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Bombom de Morango




Ingredientes:

800 g (ou duas latas) de leite condensado
1 caixa de morangos
200 g de margarina
800 g de chocolate meio amargo

Modo de Fazer:

Ferva o leite condensado até ponto de brigadeiro. Espere esfriar em uma vasilha na temperatura ambiente. Passe margarina na mão para não grudar o bombom, modele o leite condensado em torno do morango.
Derreta o chocolate em banho Maria e deixe esfriar na mesa para dar o choque. Coloque o chocolate em uma vasilha e cobra o morango com o leite condensado com o chocolate.

Espere esfriar e sirva.

Rendimento: 16 bombons

Receita de Felipe Benjamin Abrahão

Serviço
Benjamin Abrahão
R. Maranhão, 220, Higienópolis, tel.: 0/xx/11/3258-1855
e
R. José Maria Lisboa, 1.397, Jardim Paulista, tel.: 0/xx/11/3061-4004

terça-feira, 10 de agosto de 2010

A sua majestade... Picanha Suína ao Molho de Tomate Seco




Ingredientes

1,5 Kg picanha de porco
2 Dentes de Alho
100 ml de vinho branco seco
100 ml de azeite
50 g de manteiga com sal
300 g de tomate seco
sal
pimenta-do-reino branca
tomilho fresco
alecrim fresco
manjericão fresco

Modo de Preparo

1) Limpe e corte a picanha em filés, tempere com sal e pimenta, parte do azeite, as ervas, alho socado e o vinho branco.
2) Deixe marinando por 2 horas.
3) Em uma frigideira grelha-los até dourar. Reserve.
4) Na mesma frigideira coloque o caldo de marinada e acrescente o tomate seco com o restante do azeite e deixe cozinhar por 5 minutos em fogo baixo.
5) Em seguida, acrescente a manteiga gelada e finalize com manjericão fresco.
6) Em um refratário dispor a picanha e regar com o molho.
7) Sirva quente.

Escondidinho de Carne Seca




Ingredientes:

130g de carne seca demolhada
meio dente de alho
2 colheres (chá) de cebola
3 colheres (sopa) de molho de tomate
2 1/2 colheres (sopa) de catupiry
1 colher (sopa) de salsinha
2 1/2 colheres (sopa) de creme de mandioca
10g de parmesão
1/4 folha de couve
2 1/2 colheres (sopa) de abóbora
1 colher (chá) de azeite
sal a gosto

Purê de mandioca
250ml de leite
250g de mandioca congelada
2 colheres (sopa) de creme de leite
2 colheres (sopa) de manteiga
sal a gosto

Modo de Preparo:
Saltear a carne seca em azeite, adicionar a cebola e o alho ate translúcidos. Adicionar o molho de tomates, a salsinha picada, o catupiry, a abóbora e a couve, verificar o tempero e reservar. Colocar essa mistura num recipiente que possa ir ao forno e cobrir com o creme de mandioca e o parmesão, levar para gratinar. Purê de mandioca: cozinhar a mandioca em água e sal e escorrer. Bater em liquidificador com creme de leite e manteiga.

Fonte: Bar Original

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Dica: Vinícola El Principal



Localizada em Pirque, no Vale do Maipo, a Vinícola El Principal é uma criação conjunta das famílias Valete, de Bordeaux e Fontaine, do Chile. Artesanal, a vinícola produz duas linhas de vinhos, a El Principal e a Memorias.

Memorias 1999 - Cabernet Sauvignon (CS) 60% / Merlot 40%, de cor rubi intensa, aromas de frutas escuras, tabaco e tostado, com ótima acidez, bom corpo, taninos ainda bastante presentes-médios a finos e com boa persistência.

Memorias 2000 - CS 70% / Carmenère 30%, aromas deliciosos de frutas secas (figo), num fundo de chocolate, acidez média, taninos maduros ainda presentes, corpo médio e persistência média.

Memorias 2001 - sem dúvida o melhor dos três vinhos desta linha (50% CS/ 50% Carmenère, muito escuro, com aromas de frutas maduras e bala de cevada, muito boa concentração, bela acidez, bom corpo, taninos finos, bastante persistente.

El Principal 1999 – CS 85% / Carmenère 8% / 7% Merlot, rubi intenso, aromas ainda fechados de frutas escuras em geléia, com toques de carvalho bem tostado, boa acidez, alcoólico, taninos muito finos e maduros em grande quantidade, ótima concentração, encorpado e com longa persistência – precisa de mais tempo de adega.

El Principal 2000 – CS 100%, de cor púrpura impenetrável, aromas típicos do terroir do Maipo, ou seja frutas escuras (goiabas) e fortes notas de mentol e balsâmico, acidez média, boa concentração, álcool elevado, taninos finos, bom corpo e persistência média a longa.

El Principal 2001 - CS 60% / Carmenère 40%, amostra de barrica, notável vinho de cor púrpura muito escura, aromas intensos de frutas maduras, bala de cevada, com notas marcantes de carvalho tostado, ótima acidez, destacado equilíbrio, extraordinária concentração de frutas, taninos finíssimos, longa persistência e retro-olfato de frutas, cevada e chocolate – arrasador.

Fonte: http://www.abs-sp.com.br/

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Pimenta - Série 1




A pimenta é o nome comum dado a vários tipos de condimentos culinários de sabor picante. Entre estes destacam-se as sementes de plantas da família Piperaceae, das quais se destacam as do género Piper, no qual se inclui a planta que dá origem à Pimenta do reino como é conhecida no Brasil, "pimenta-preta" em Portugal, e "pimenta redonda" em Moçambique. Diferentes maturações e colheita dos grãos oriundos desta planta, Piper nigrum, dão origem à pimenta-verde, pimenta-branca e pimenta-preta.

O género Capsicum, da família Solanaceae, compreende por volta 27 espécies conhecidas. A estas plantas está associada a escala de Scoville, que mede o grau de "picante". Entre os frutos de plantas deste género destacam-se pelo seu uso: o pimentão (português brasileiro) ou pimento (português europeu) que não é picante, a malagueta (que em Portugal e em Moçambique é também conhecida como piri-piri no caso de frutos de menores dimensões e por vezes secos), a pimenta de caiena (nome dado à especiaria resultante de uma variedade de paprica seca e feita em pó), a pimenta calabresa (conhecida no Brasil como "dedo de moça" ou "chifre de veado", este último associada a frutos de maiores dimensões e coloração mais intensa). A maioria destas espécies é ligeiramente tóxica, causando sudorese e hipertensão em altas doses.

A Aroeira também conhecida como "aroeira mansa" ou "aroeira vermelha", é de uma planta relacionada com o Caju ou "acaju", das espécies Schinus molle e S. terebinthifolius, da família Anacardiaceae.

A Pimenta Szechuan é produzida por uma planta da família Rutaceae, espécie Zanthoxylum piperitum.

A família Myrtaceae contém várias espécies de pimentas de usos variados. A pimenta da Jamaica, por exemplo, é o fruto da Pimenta dioica que, devido ao seu sabor que pode lembrar o cravo, a canela e a noz-moscada é conhecida também como pimenta "all spice"

NOME ESCALA SCOVILLE* ARDÊNCIA

Bhut Jolokia 500.000 + 10

Bhut Jolokia Chocolate 500.000 + 10

Habanero 100.000 - 500.000 10

Scotch Bonnet 100.000 - 500.000 10

Malagueta 50.000 - 100.000 9

Rocoto 50.000 - 100.000 9

Tepin, Piquin, Pequin 50.000 - 100.000 9

Cayenne ( Caienne, Caiene, Caienna, Caiena) 30.000 - 50.000 8

Cumari ( Comari, Cumbari, Comari Verdadeira ) 30.000 - 50.000 8

Tabasco 30.000 - 50.000 8

Thai 30.000 - 50.000 8

De Arból 15.000 - 30.000 7

Aji Amarillo 5.000 - 15.000 6

Bode (Pimenta-Bode, Pimenta-de-Bode) 5.000 - 15.000 6

Dutch Red ( Pimenta Holandesa Vermelha) 5.000 - 15.000 6

Jalapeño 5.000 - 15.000 6

Serrano 5.000 - 15.000 6

Pimiento de Padrón 2.500 - 5.000 5

Cascabel 1.500 - 2.500 4

Dedo-de-Moça ( Chifre de Veado, Pimenta Vermelha, Calabresa ) 1.000 - 1.500 3

Poblano (Ancho, Dolmalik) 1.000 - 1.500 3

Brinco de Princesa (Brinco-de-Princesa) 500 - 1.000 2

New Mexican ( Anaheim, California ) 500 - 1.000 2

Peperoncini ( Friggitello, Peperone, Peperoncino, Pimenta Doce ) 100 - 500 2

Pimenta Cebolinha (Pimenta-Cebola) 500 - 1.000 2

Aleppo 10 - 100 1

Biquinho (Pimenta-de-Biquinho, Pimenta Biquinho) 500 - 1.000 1

Feher Ozon Paprika 100 - 500 1

Cubanelle 0 0

Pimentão 0 0


No próximo post irei descrever algumas pimentas.

*A Escala de Scoville é usada para medir o grau de "ardor" da pimenta ou malagueta.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

DICA: Orégano



Planta aromática da família das labiadas, de folhas pequenas e aroma bem acentuado. É muito usada na cozinha grega e no sul da Itália. Podem ser compradas frescas ou secas (em ramo e em pó). É aconselhável usar as folhas frescas e não passá-las pelo fogo porque, depois de cozidas, as folhas perdem muito de seu aroma. O orégano em pó é muito usado como ingrediente de molhos condimentados para saladas e também de molhos vermelhos ou refogados para massas.

Em inglês: Oregano.

Nome científico: origanum vulgare.

Forma de uso: Fresco e seco.

Afinidade com outras ervas: Manjericão e sálvia.

Como guardar: Folhas frescas devem ser guardadas em saco plástico na geladeira ou congelado. Folhas secas devem ficar em um vidro fechado em lugar escuro.

Fica bom com: Saladas com óleo e vinagre, pratos italianos e gregos, frango, frutos do mar, sopas, pasta, carne grelhadas e molhos de tomate.

domingo, 10 de janeiro de 2010

DICA: Alho-Poró



O alho-porro (português europeu) ou alho-poró (português brasileiro) (Allium porrum ou, segundo J. Gay Allium ampeloprasum var. porrum) é um vegetal que pertence à mesma família (Alliaceae) das cebolas e dos alhos. Existem ainda as variantes Allium ampeloprasum var. ampeloprasum, cultivado devido ao uso dos seus bolbos e o Allium kurrat cujas folhas são apreciadas no Egipto e Médio Oriente. É ainda conhecido pelos termos alho-francês, alho-macho, alho-poró, alho-porró, alho-porrô, poró, porro, porró, porrô, porro-bravo e porro-hortense.

Em vez de formar um bulbo arredondado, como a cebola, o alho-francês produz um longo cilindro de folhas encaixadas umas nas outras, esbranquiçadas na zona subterrânea, sendo esta a parte das folhas a mais utilizada na culinária, ainda que a parte verde também possa ser utilizada, por exemplo, em sopas. Para que o bulbo fique de cor branca é necessário proceder à "amontoa", cerca de 30 dias antes da colheita. Tal operação consiste em soterrar quase por completo a planta.

São geralmente semeados em canteiros, em estufas, dos quais se retiram as mudas, que se podem encontrar no mercado e transplantar para hortas. Depois da muda, é uma planta particularmente resistente. Existe um conjunto de variedades particularmente adaptadas ao frio e que se mantêm prontas para consumo durante o inverno. É mais resistente à geada que a cebola. A planta adapta-se facilmente a qualquer tipo de solo, ainda que prefira solos pouco ácidos ou sensivelmente neutros. É aconselhável também que o solo seja bem drenado.

Em geral subdividem-se as variedades cultivares de alho-francês em alho-francês de inverno e de verão. Enquanto que o alho-francês de verão é plantado com vista a uma colheita rápida, o alho-francês de inverno é geralmente colhido até à primavera seguinte ao ano em que é plantado. As variedades de verão são geralmente de menor porte e têm um sabor menos intenso que as variedades de inverno.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Alho-porro

DICA: Manjericão - Ocimum basilicum





Integrante de um seleto grupo de condimentos conhecido como ervas da Provença, do qual também fazem parte alecrim, sálvia, manjerona, louro, segurelha e tomilho, o manjericão é mais usado no Brasil segundo a tradição italiana -ao lado de tomate e mussarela na salada caprese ou em outras receitas com os mesmos ingredientes."É uma combinação que deu muito certo, que todos pedem e que faz parte do nosso paladar, mas não diria que é a melhor que existe.

O manjericão pertence à família da menta e é encontrado em muitas variedades, com diferenças de tamanho, formato e cor: o italiano com folhas grandes, o arbusto de folhas pequenas, o tailandês, o limão, o azul africano e o roxo são os mais comuns na cozinha.

Combina bem com saladas, carnes, ovos, massas, aves e molhos, como o pesto genovês, além de emprestar aroma a vinagres e óleos. A dica é colocar as folhas apenas nos últimos minutos do preparo da receita.Segundo o chef David Zisman, do restaurante Nam Thai, é bastante usado na Tailândia, onde há dois tipos principais. "O "baikaprow" só tem na Ásia e é levemente apimentado, mistura o sabor do manjericão com o da menta. E o "baihorapa", com sabor bem puxado para o anis, é parecido com a alfavaca. Usamos o primeiro em pratos feitos na wok e o segundo, em sopas e curries."A erva pode ser empregada até na sobremesa. "O azeite de manjericão servido com sorvete de baunilha fica um escândalo. Chocolate com manjericão fica muito legal também. Na musse, coloco azeite aromatizado no lugar de parte da manteiga", diz Tatiana Szeles, que também costuma fazer sucos da erva batida com abacaxi, morango ou limão.

O manjericão é rico em ácidos rosmarínico e cafeico, compostos fenólicos com fortes propriedades antioxidantes. Também possui propriedades antibacterianas.Para o nutrólogo do Hospital do Coração Daniel Magnoni, os antioxidantes, de modo geral, são efetivos somente quando consumidos por longo tempo. "Não é uma semana de manjericão que vai resolver. Tem que incorporar ao dia a dia substâncias vegetais com maior concentração de antioxidantes", afirma o médico.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/equilibrio/eq0705200903.htm

sábado, 9 de janeiro de 2010

Salmão com Molho de Ervas




Ingredientes

1 kg de salmão em filés
500 ml de creme de leite fresco
3 colher(es) (sopa) de manteiga Mococa
1 copo(s) de vinho branco
1 colher(es) (sopa) de ervas de provence
1 folha(s) de louro
500 gr de batata cozida(s), sem casca(s)
quanto baste de salsinha
quanto baste de sal

Modo de Preparo

1) Tempere o salmão com sal e besunte com pouco de azeite.

2) Grelhe ambos os lados do salmão em uma frigideira antiaderente e reserve aquecido.

3) Em uma frigideira, acrescente o vinho e deixe evaporar um pouco.

4) Acrescente as ervas e mexa bem.

5) Regue com o creme de leite, misture e deixe reduzir até obter um molho levemente encorpado.

6) Em outra frigideira, adicione manteiga, salsinha picada e as batatas cozidas (cortadas em pedaços de igual tamanho).

7) Misture, envolvendo bem a batata na manteiga com salsinha.

8) Sirva o salmão grelhado regado com o molho de ervas.

9) Acompanhe com as batatas e sirva.

Receita: Chef Rodrigo Anunciato

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Dica: Chimichurri




O chimichurri é um molho à base de salsinha, alho, vinagre e azeite de oliva para preparar churrasco ou acompanhar outras comidas.

O molho é tradicional na Argentina e no Uruguay, usado principalmente para fazer churrascos. Pode ser usado tanto para deixar a carne de molho antes de fazer o churrasco (marinada), como para molhar a carne enquanto esta sendo assada, ou mesmo para temperar depois de pronta.

Sobre seus ingredientes, pode haver muitas variações, desde acrescentar ou substituir a salsinha por coentro, acrescentar orégano ou mesmo alfavaca ou manjericão, até acrescentar ou substituir o vinagre por suco de limão. É comum acrescentar alguma pimenta. A mais usual é a pimenta calabresa ou outra semelhante, mas pode ser páprica picante ou mesmo pimenta do reino.

Quando se usa para temperar a carne antes de assar (marinada), recomenda-se não deixar a carne mais de duas horas, caso contrário o sabor do molho se sobrepõe ao sabor da carne.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Dica: Ervas de Provence

Imagem retirada da internet


As colinas do sul da França são pródigas em ervas aromáticas e elas marcam forte presença na cozinha da região, conhecida como Provence.

O toque do louro, do manjericão, do tomilho, do alecrim, da salsa, do orégano, da segurelha, do estragão, da menta e da manjerona, entre outras, sempre seduziu os visitantes do lugar, que se acostumaram a voltar para casa com mudas daquelas plantas especiais.

Mas nem todos os climas as recebem bem e, por isso, alguém teve a idéia de secá-las e industrializá-las para agradar aos turistas.

As chamadas ervas de Provence só passaram a ser vendidas em conjunto, desidratadas e com este nome a partir dos anos 1970.

E são conhecidas assim principalmente fora da França. Como acontece com as massalas indianas, para as quais cada cozinheiro tem sua fórmula, não há uma receita padronizada para o mix francês.

Tradicionalmente, inclui manjericão, louro, manjerona, alecrim, segurelha e tomilho. Raspas de casca de laranja às vezes são adicionadas, assim como lavanda. De modo geral, a combinação resulta em sabor relativamente adocicado, picante e mentolado.

Muito usada para temperar peixes, carnes e vegetais, a mistura geralmente é adicionada durante o cozimento, pois é a melhor maneira de capturar o seu sabor. Pode também temperar azeites, que ficam ótimos em pratos típicos da região mediterrânea ou simplesmente regados sobre frango e peixe grelhados, acompanhados de tomate, batata e azeitonas.

O conjunto de ervas faz ótimo efeito, ainda, em molhos para pizza, sopas, omeletes, legumes refogados, carnes de caça e espetos de carne ou frango.

Embora seu uso mais interessante seja nos pratos quentes, nada impede que entre em temperos para salada e seja polvilhado sobre queijos.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Risotto de Morango



Ingredientes
2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
2 xícaras (chá) de morangos picados
1 xícara (chá) de vinho branco seco
1 1/2 l de caldo de legumes (se for usar cubos, dissolva apenas 2)
1/4 xícara (chá) de alho japonês
4 colheres (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo
1. Lave os morangos sob água corrente. Retire as folhinhas e despreze. Separe e pique os ingredientes pedidos na receita.

2. Coloque o caldo numa leiteira e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo e reserve.

3. Enquanto o caldo aquece, coloque 2 colheres (sopa) de manteiga numa panela e leve ao fogo baixo. Quando a manteiga derreter, junte a cebola picada e refogue, mexendo bem, até que fique transparente.

4. Aumente o fogo e acrescente o arroz. Refogue por 2 minutos, mexendo sempre.

5. Adicione o vinho e misture bem até evaporar.

6. Quando o vinho secar, acrescente um 1/3 do caldo e mexa sem parar. Quando secar, adicione mais 1/3 do caldo e repita a operação, sempre em fogo alto.

7. Assim que o caldo evaporar, acrescente os morangos picados, o caldo restante, o alho japonês e continue mexendo.

8. Verifique o ponto: o risoto deve ficar cremoso, mas os grãos de arroz devem estar al dente, ou seja, um pouco durinhos. Se ainda estiver muito cru, continue cozinhando por mais 1 minuto. Caso seja necessário, junte um pouco mais de caldo e mexa bem. Na última adição de caldo, não deixe secar completamente ou o resultado será um risoto ressecado.

9. Quando atingir a consistência de risoto, desligue o fogo, junte as 2 colheres (sopa) de manteiga restantes e o vinagre balsâmico. Misture.

10. Acrescente o parmesão ralado e sirva o quanto antes, bem quente.

Dica
O alho japonês é uma erva de aspecto similar ao da ciboulette. Possui uma folha bem longa, fina e achatada e um delicado aroma de alho. É facilmente encontrado em mercados de produtos japoneses e em boas redes de supermercado.

Fonte: http://panelinha.ig.com.br/

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Picanha de Porco ao Molho de Tomate Seco





Ingredientes

1,5 Kg picanha de porco
2 Dentes de Alho
100 ml de vinho branco seco
100 ml de azeite
50 g de manteiga com sal
300 g de tomate seco
sal
pimenta-do-reino branca
tomilho fresco
alecrim fresco
manjericão fresco

Modo de Preparo

1) Limpe e corte a picanha em filés, tempere com sal e pimenta, parte do azeite, as ervas, alho socado e o vinho branco.
2) Deixe marinando por 2 horas.
3) Em uma frigideira grelha-los até dourar. Reserve.
4) Na mesma frigideira coloque o caldo de marinada e acrescente o tomate seco com o restante do azeite e deixe cozinhar por 5 minutos em fogo baixo.
5) Em seguida, acrescente a manteiga gelada e finalize com manjericão fresco.
6) Em um refratário dispor a picanha e regar com o molho.
7) Sirva quente.

Risotto de Manjericão






Ingredientes para a base do Risotto

100 gramas de Arroz Arbório
1/2 Xícara de Chá de Vinho Branco
3 Xícaras de Chá de Água
1/2 Pacote de Meu Segredo
100 gramas de Queijo Parmesão ralado
2 Colheres de Azeite
1/2 Cebola média ralada

Ingredientes para o Molho de Manjericão

2 Xícaras de Chá de Folhas de Manjericão
1/2 Caixa de Creme de Leite
1/2 Xícara de Chá de cebolinha fresca
2 Colheres de Azeite
1 Colher de Manteiga

Modo de Preparo do Molho

1) Bater tudo em um liquidificador.

Modo de Preparo da base

1) Esquentar a água com o meu segredo, e deixar a mesma até ferver. Manter o fogo baixo
2) Colocar numa frigideira de teflon o azeite e a cebola até dourar.
3) Colocar o arroz arbório até o mesmo começar a pular.
4) Colocar o vinho branco e deixar o mesmo evaporar, sempre mexendo bem.
5) Colocar a água já fervida com o tempero no risoto.
6) Colocar o molho de manjericão quando já tiver evaporado 3/4 dá água.
7) Desligar a frigideira.
7) Acrescentar o queijo parmesão.
8) Acrescentar a manteiga.

Ps. Lembre-se o risotto tem que ser ao dente.

Serve 1 pessoa.

Abs,
Zeh

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Molho rôti




Molho rôti
Eric Berland

INGREDIENTES
(2 litros de molho)

3 kg de ossos de vitelo com as aparas
1 cebola picada
1 cenoura picada
1 talo de salsão picado
10 dentes de alho picados
1 bouquet garni (amarrado de salsinha, tomilho e louro)
50 g de manteiga
50 g de farinha de trigo
1 litro de vinho tinto
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

PREPARO

Numa assadeira, coloque os ossos com as aparas de vitelo e asse em forno médio (200 ºC), preaquecido, até dourarem. Junte a cebola, a cenoura, o salsão, o alho, o bouquet garni e deixe no forno por 1 hora. Passe tudo para uma panela, cubra com bastante água e cozinhe em fogo brando por cerca de 12 horas.
À parte, coloque a manteiga numa panela funda, junte a farinha e leve ao fogo por alguns minutos, mexendo com uma colher de pau. Acrescente o vinho tinto, misture bem e, após cerca de 30 minutos, junte esse molho à panela com os ossos de vitelo. Coe e tempere com sal e pimenta. Utilize.

Fonte: http://www.gula.edicaoeletronica.com.br/revista/182/textos/1620.html

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Peixe Assado no Sal Grosso



Ingredientes

1 Peixe Inteiro com escama (2.5 KG) - Dentão,Cioba Papa-Terra - Carne Branca
300g de Limão
3 kg de Sal Grosso
1/2 maço de coentro
1/2 maço de salsa
Alecrim fresco a gosto
Tomilho fresco a gosto
Salvia fresca a gosto
Sal fino a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

1. Limpe o peixe e deixe-o com as escamas.
2. Em ma fôrma coloque uma camada de sal grosso
3. Depois coloque o peixe temperado por dentro com sal fino limão e pimenta.
4. Coloque as ervas inteiras por dentro.
5. Em seguida coloque rodelas de limão por cima e cubra todo o peixe com sal grosso.
6. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura de 170 por 30 minutos aproximadamente.

Imagem retirada da internet.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sgroppino al limone




1 pt de 700ml Sorbet de Limão
2 doses de Vodka Absolut (Boa Qualidade)
4 doses de leite

Bata tudo no liquidificador depois coloque no congelador e deixe por 1 hora, retire e sirva em doses de copo de batida (30 a 50 ml).

Já testei com Sobert de Abacaxi, Maracuja e Limão.

Temos essa receita também!

Nunca testei!

Sorbet de Limão 700ml
Vodka 70 ml
Spumante/prosecco 200 ml

Divirtam-se!

domingo, 25 de janeiro de 2009

Pudim de Bananas com Chocolate



Ingredientes
Quanto baste de pão de forma em cubos pequenos
50 gr de margarina Qualy
3 unidade(s) de banana em cubos grandes
1/2 xícara(s) (chá) de açúcar
100 gr de chocolate meio amargo ralado(s)

Modo de Preparo
1. Em um refratário, coloque o pão e a margarina gelada cortada em pedacinhos.

2. Misture com a ponta dos dedos até virar farofa.

3. Arrume essa mistura e espalhe as bananas.

4. Polvilhe com o açúcar e espalhe o chocolate raspadinho para a finalização.

5. Leve ao microondas por 6 a 7 minutos na potência alta.

6. Aguarde esfriar e sirva.

Crepes crocantes com calda de Caramelo



Massa
Ingredientes
500 ml de leite
2 unidade(s) de ovo
1 colher(es) (chá) de açúcar
1 colher(es) (chá) de sal
1/2 colher(es) (sobremesa) de manteiga amolecida(s)
1/2 colher(es) (café) de fermento químico em pó
2 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
1/2 copo(s) de água

Modo de Preparo
1. Bata tudo no liquidificador, deixe descansar por 10 minutos.

2. Unte uma panquequeira com manteiga e leve ao fogo.

3. Coloque uma pequena porção de massa no centro, espalhe com movimentos circulares.

4. Quando soltar do fundo da panquequeira, vire para dourar do outro lado.

5. Retire do fogo e reserve.

Creme
Ingredientes
500 ml de creme de leite fresco
1/2 xícara(s) (chá) de açúcar

Modo de Preparo
1. Bata o creme de leite fresco com o açúcar até que fique em ponto de chantilly

Calda
Ingredientes
1 xícara(s) (chá) de açúcar
1/2 xícara(s) (chá) de creme de leite fresco

Modo de Preparo
1. Queime o açúcar e acrescente o creme de leite.

2. Retire do fogo quando estiver um calda homogênea.

Montagem
1. Queime o açúcar e quando estiver derretido, acrescente as nozes.

2. Misture, retire do fogo e despeje sobre superfície lisa untada com manteiga.

3. Deixe esfriar, quebre em pedaços grandes, coloque em um saco plástico e vá quebrando com um rolo. Reserve esse crocante de nozes.


4. Recheie os crepes com uma porção de crocante de nozes e um pouco de chantilly.

5. Cubra com a calda de caramelo e se preferir decore com nozes inteiras e crocante de nozes.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More